domingo, 15 de maio de 2011

Tudo...


E quem se satisfaz com o pouco?

Não me são sinceras as passeatas de calouros...

Nada me inquieta mais que o pesadelo!

Nunca busquei teus seios como louco !

Desito. Onde estão os meus delitos?

Ah! Quem me dera ter filhos tão bonitos...

Um desejo, um sonho, tua boca, meus pecados

Perdido estou no deserto do teu ser...

Arregaça as mangas do luar antes de bater

Primavera sem flores, vidros sem perfumes

Cânticos secretos que são ouvidos distantes

Buscando sorrisos amarelos, não obstantes

Caiam todos sentados, assim morrerão felizes

E nesta valsa fútil cantada sem refrão

Mora o teu amor, escondido em meu coração

Meus devaneios me entregam como Judas...

Beijam minha face antes de me entregar à morte

Que se dane! Isso me fará mais forte!

Eu não quero só a boca, o coração ou a alma...

Quero tudo! Não sou meio amante nem meio amigo!

Se não puder ser tudo, não me dou por satisfeito...

De fato, sou assim: tenho muitos defeitos...

Busque em si mesma a dor de outrora...

Lembre-se dos feitos da menina Aurora...

A mesma que salvou-te a vida, numa mesa de bar...

Quando todos te puxavam para a morte lá fora...

Mentira! Ela nunca fez nada por ninguém...

Claro, não se ama o rancor nem há ódio ao amor!

A calçada é testemunha: Lágrimas!

O portão é cúmplice: Gritos!

A parede é prova: Seu nome!

Abra aqui, deixe-me entrar. Seu abdome beijar...

E façamos um flho pra comemorar!

3 comentários:

. disse...

É interessante que o estado de espirito em que nos encontramos, nos identificamos de maneira diferente com o que vc escreve, hj como estou imensamente feliz...

Bjos =*

Priscila Guimarães disse...

A parte que mais gostei:

"Meus devaneios me entregam como Judas...
Beijam minha face antes de me entregar à morte
Que se dane! Isso me fará mais forte!
Eu não quero só a boca, o coração ou a alma...
Quero tudo! Não sou meio amante nem meio amigo!
Se não puder ser tudo, não me dou por satisfeito..."

Incrível!

Carol Santiago disse...

Noossaaa...sem palavraaas...mais q perfeito esse poema!! Sempre me indentificando..rsrs!!

Bjs Daniel!!!

=)