quarta-feira, 27 de abril de 2011

E o Tempo?

Quanto tempo dedicamos a coisas, pessoas, comportamentos, conceitos, futilidades e afins de maneira equivocada?

Salve madrugueiros e madrugueiras! A pergunta acima talvez não tenha resposta... E é provável mesmo que não tenha... Sim, eu já perdi muito tempo! E acredito que o tempo mais perdido de todos é aquele desperdiçado em relacionamentos sem futuro. Relacionamentos de toda sorte, sentimental (namoro, noivado, casamentos, casos), profissional (cliente, empregado, fornecedor, parceiro), de amizade (colegas de copo, chegados de pelada, companheiros de farra). Pois bem, tente lembrar algumas pessoas que você conheceu, teve algum tipo de relacionamento com elas e que hoje você olha pra trás e se pergunta: "Como eu fui me envolver com esta pessoa?".

É duro! Mas é uma realidade que precisamos encarar: As pessoas não são culpadas por nos decepcionarem, a culpa é nossa! Sim, nossa, porque somos nós que permitimos que as pessoas, que nos decepcionam por quaisquer motivos, se aproximem da gente. A culpa é nossa... E agora personificando a coisa: A culpa é minha! Fui eu que contratei aquele mecânico mais barato pra ver o meu carro. Fui eu que acreditei que aquele cara super legal era meu amigo. Eu mesmo comprei aquela blusa acreditando na vendedora. Fui eu mesmo que acreditei que as juras de amor eram reais. Fui eu que compartilhei segredos e os vi dias depois na boca do mundo.  Quanto tempo perdido! E a culpa é minha!

Aí, você, que costuma acusar as pessoas que se relacionam contigo por serem falsas, mentirosas, infiéis, desonestas, manicacas, desleixadas e com diversos adjetivos impronunciáveis na televisão sem o "piii", se pergunta: Como posso ser culpado pelo erro dos outros? Sendo! Quem confiou na amiga? Quem seguiu o conselho do cliente? Quem deixou o cartão de crédito com a esposa? Quem emprestou o celular pro primo? E ainda quer por a culpa nos outros? Tenha dó! O tempo desperdiçado com pessoas que não mereciam nenhum tempo, fará falta em algum momento de nossas vidas. E precisamos pensar sobre isso!


Antes de continuar peço que pense um pouco nas últimas pessoas que te fizeram perder tempo. Pense nelas!

Algumas pessoas nos fazem desperdiçar um bem tão precioso. E somos responsáveis por isso. Se você pudesse mudar o passado e não dedicar tanto tempo assim a estas pessoas, o que você faria diferente? Atenção! Você não pode mudar o passado! Mas nada te impede no presente de mudar o futuro! Então reflita comigo: Com quem estou perdendo tempo hoje? Ou ainda, com o quê? Será que este tempo me fará falta amanhã, como está me fazendo falta hoje o tempo perdido de ontem?

É aí que a coisa muda de figura. Se o tempo é um bem precioso, precisamos tratá-lo como tal. Eu cansei de perder tempo, o tempo perdido está me fazendo falta, não tenho como processar as pessoas que me fizeram perder meu caríssimo tempo. Cansei de perder tempo com gente que fala mal dos amigos. Cansei de perder tempo com mulheres que são mais vazias por dentro que uma bexiga. Cansei de perder tempo com empresas que não respeitam os clientes. Estou cansado de ouvir desculpas esfarrapadas sobre tudo. Já deu! Cansei de desperdiçar meu tempo, minha atenção, meus ouvidos com gente amarga que só sabe reclamar da vida, do governo, da vilã da novela e do marido ruim de cama. 

Se você tem tempo livre, não o desperdice com pessoas que só querem tomar o seu tempo. Fique atento aos vampiros do tempo. Só me faça um favor, não se torne este vampiro...

Enquanto você aceitar que as pessoas te roubem o seu tempo você será o culpado pelo roubo.

10 comentários:

danny disse...

Como sempre tu se supera nos textos Dani. Nao é perda de tempo ler o que tu escreve, pelo contrário..É de certa forma fazer a gente recuperar o tempo perdido. Parabéns!:)

Daniel Ribeiro disse...

=) Danny... este prestígio nos inspira a manter o foco do blog... A madrugada tem vida... e as pessoas precisam de coisas pra por os olhos... eu escrevo com o coração, e normalmente com aquilo que está dentro dele... O tempo é um dom, precisamos usá-lo de maneira adequada ^^ Obrigado pelas palavras!

Tati Cabral disse...

Mais q um dom, vc é a concretizaçao dos sonhos d Deus!
E passar um tempinho aki nao teu blog nunca será perda d tempo, pq é alimento para a alma e descanso para o coraçao!
Parabéns Dani, estás superando-te a cada postagem deste blog.
=)

Paula Meirelles disse...

Bom dia! Lembro que quando tive o prazer de morar no mato e ao lado de pessoas maravilhosas, pensei muito sobre o tempo, mas, como as pessoas aqui na cidade não tem tempo, e o pouco que tem desperdiçam com coisas fúteis, Adorei o texto, Minha dose de cultural pela manhã.

Daniel Ribeiro disse...

Coisa boa é entrar aqui pela manhã e ver que a madrugada foi de boa leitura...

Só posso agradecer pelo carinho e prestígio...

Vou continuar escrevendo... o desafio é grande...

obrigado Tati, Obrigado Paula =)

Carol Santiago disse...

O tempo...um dos bens mais preciosos q temos...e é claro q eu sempre invisto no meu lendo seus maravilhos posts Daniel!!! *-*

A cada novo post..um gostar a mais!!Parabéns!!!

=)

Daniel Ribeiro disse...

=) Ah Carol, que lindo! Obrigado de coração... São coisas assim que me motivam a continuar escrevendo... Se um dia o blog virar um livro terá uma dedicatória a você!

Obrigado pelo carinho!

Mayara Delfino disse...

Daniel,

Cada post seu me faz identificar mais com seu blog. gosto da forma como conduz o assunto e como trata os temas. O tempo com certeza deveria ser mais aproveitado e é uma coisa que sempre nos acompanha, mas nem sempre cuidamos dele como deveria ser cuidado. Continue assim com essa inspiração e jeito gostoso de escrever. Tu tá ganhando uma fã aqui em MG. Tudo de bom sempre a vc..Bjooos

Daniel Ribeiro disse...

May... Obrigadíssimo! São os devaneios do meu coração... Eu procuro escrever de maneira bem simples, normalmente falo daquilo que meu coração precisa... e aqui no Acre você tem um fã e vc sabe disso...

bjo no coração!

Fé!

Mayara Delfino disse...

Obg pelo carinho de sempre..E esses desvaneios do seu coração...ahh adoroo..Beijão..